Bem Vindos a Soul Society
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Premium] TibiaBrasil MC 10.90 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 1:59 pm

» [Premium] Tibia XenoBot 10.90 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 1:54 pm

» [Premium] Tibia RedBot 10.90 + PRO Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 1:50 pm

» [Cracked] Tibia WindBot 10.90 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 1:45 pm

» [Cracked] Tibia Ibot Plus 10.90 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 1:37 pm

» [Premium] TibiaCam Tibiacast 10.90 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 1:32 pm

» [Update] 10.90 Tibia MageBot | Tibia NG 10.90 | Tibia MC 10.90 | BB Bot 10.90 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 11:19 am

» [Update] 10.90 Tibia Ibot | Tibia RedBot 10.90 Download | GhostBot 10.90 | Python 2.4.4 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 11:12 am

» [Update] Tibia RedBot 10.90 / Tibia MC 10.90 / TibiaAuto 10.90 / NG Cracked 10.90 Download
por Diabloz Qui Jan 14, 2016 11:07 am

Parceiros
One Piece RPG
------------
Olá Convidado! Voce gostou do forum Bleach Adventure RPG? Gostaria de fazer parte dessa equipe e tornar Parceiro nosso? Então faça o seguinte. Mande uma mensagem ao nosso Tópico de Parcerias e espere um de nossos representantes para atende-lo, OU, Mande uma MP para o Administrador Hell pedindo "parceria" junto com seu banner e o link de seu site. Estaremos no aguardo, caso queira adiantar, copie nosso Banner que fica logo abaixo. Obrigado e tenha um ótimo RPG!

- NOSSO BANNER -
------------

Compartilhe | 
 

 A Desgraça dos Hollow's

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Vredun
Shinigami
Shinigami
avatar

Mensagens : 89
Data de inscrição : 16/02/2013

MensagemAssunto: A Desgraça dos Hollow's   Sex Jun 07, 2013 5:08 pm

~A Desgraça dos Hollow's~
Aqui ocorrerá a aventura do humano Lief Forell.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Oni

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 18/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Sex Jun 07, 2013 5:35 pm

A morte e a Folha Prólogo: - Aquele do Florete.


Lief andaria sem rumo por Karakura Town, as ruas passariam diante dos seus olhos enquanto seus passos continuariam e ele olharia para tudo com o seu olhar amargo de quase sempre, quando alguém o divertia ele entendia o humor e ria, mas agora, tendo que andar pelas ruas após horas cansativas de aula e tendo que pensar consigo mesmo enquanto andava ele não conseguia manter o bom humor ou até mesmo ser alegre, os últimos dez anos tinham sido um pouco depressivos para ele por ter perdido sua mãe, ter ficado por um bom tempo na adoção e depois ser obrigado a estudar por horas afim por causa de seus pais novos, aquilo o fazia ficar irritado, a algum tempo não tinha mais tempo para si mesmo, queria que aquilo tudo mudasse, que algo ocorresse e quebrasse aquela corrente de monotonia e repetição diária. Quando vivera com a sua mãe sempre vivia viajando pelo mundo e dormindo em locais exóticos e variados e agora era tudo a mesma coisa, sentia necessidade de que algo novo ocorresse, tudo que tinha de consolo atualmente era o canivete que carregava em seu bolso que fora o ultimo presente que sua mãe o havia dado.

''Droga... Que dia de merda, tudo igual, a droga das aulas, a droga dos professores, as mesmas caras... Ainda terei que chegar em casa e ver os mesmos rostos de sempre, os mesmos livros de sempre...Argh, eu só queria poder sair disso'' Pensaria ele, ainda andando sem rumo, não queria ir pra casa naquele momento, queria algo de interessante para fazer, fosse aquilo o que fosse.

- NESSA DROGA DE CIDADE NÃO ACONTECE NADA?!? - Gritaria levantando os braços para cima junto com a cabeça, e deixando o grito transparescer seus sentimentos sem se importar com o que as pessoas ao redor diriam ou achariam.

_________________



FICHA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Deep

avatar

Mensagens : 60
Data de inscrição : 17/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Sex Jun 07, 2013 7:38 pm

O chamado de Avalon Sing



Lief andava sem rumo pela cidade de karakura, ele havia acabado de sair da aula e o dia estava quase acabando, o sol poente jogava belos tons de laranja e vermelho no ar, deixando o céu belo e confortante. O jovem andarilho sem rumo estava agora passando por uma velha estação ferroviária desativada que havia sido engolida pelo crescimento da cidade em sua zona leste.
O jovem andava calmamente pelos trilhos, os ventos frios de inverno faziam os trilhos ainda quentes do sol estalarem com seu som metálico, o cascalho dos trilhos fazia barulhos conforme Lief pisava sobre eles, ele então para com seus pensamentos transbordando em seu semblante, ergue seus braços pro céu e grita a plenos pulmões:



--NESSA DROGA DE CIDADE NÃO ACONTECE NADA?!?--


Apesar de estar sozinho ali naquela velha estação, alguém havia ouvido o grito de Lief, e esse alguém era seu destino, após seu grito uma forte rajada de vento começou a rugir, o tempo começava a mudar e nuvens se formavam, Lief então vê uma pessoa do outro lado da estação, ela era uma mulher bonita e de seios fartos, cabelos morenos e pele clara, mas algo estava errado nela, ela possuía uma corrente partida saindo de seu peito e roupas muito antigas, ela prosseguia a andar rumo ao norte enquanto movia sua boca incessantemente.


--A princesa acordou.--

A voz gélida atravessou a mente de Lief como um raio, ele sentiu mais do que uma simples voz ali, era algum tipo de energia, o vento incessante e cada vez mais forte prosseguia, e agora Lief começava a ouvir gritos guturais muito altos vindos de todos os lados, eram vários e eram tenebrosamente monstruosos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Oni

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 18/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Sex Jun 07, 2013 8:11 pm

Gutural? Que inicie-se o show ao som de metal!


[blur]Lief andava por cima dos trilhos, seria muito interessante se um trem viesse em sua direção e ele pudesse se desviar dele no ultimo segundo, realmente divertido! Mas por sorte não foi o trem que veio, veio algo muito mais interessante do que qualquer trem que poderia aparecer: Uma mulher.

Antes da mulher aparecer uma forte rajada de vento pegava o garoto de surpresa o forçando a colocar os ante-braços a frente do rosto para se proteger da provável poeira que viria e colocar mais força nos pés para que não saísse voando com aquele vendaval todo, diferente do que a maior parte das pessoas faria diante de uma situação daquelas, Lief não sentiu medo, perante o perigo iminente de um provável furacão ele se segurava com os pés e bloqueava o caminho da poeira em direção dos olhos os tapando, mas em sua boca amostra e sem estar sendo forçada a se segurar em nada, podia-se ver um sorriso.


'' Um furacão? Parece que me presentearam com um dia realmente divertido''

-A princesa acordou.

As palavras tinham um tom que fazia a minha alma congelar e até o osso mais oculto e esguio do meu esqueleto sentirem um choque de receio, aquilo não era uma voz de uma pessoa qualquer, tinha algo de muito errado naquela voz que o incomodava, ele sentia uma aura esquisita saindo daquela mulher, uma energia esquisita, um cosmo maligno que não deveria existir entre os humanos, e aquilo... Ele já havia sentido aquilo antes.

Tirou os braços da frente do rosto e começou a tentar gritar com a mulher, queria saber quem era ela, o que ela estava fazendo andando sozinha numa estação de trem e o que era aquela energia estranha que a acompanhava, mas alguns gritos começaram a ecoar no recinto, gritos com vozes graves e grossas que o faziam sentir medo novamente: primeiro a tempestade, depois a voz da mulher e agora todas aquelas vozes, tinha algo de não humano naquele lugar que o fazia achar tudo muito.... Perigoso. Por um misero segundo pensou em sair correndo e ir para casa e desejou nunca ter pedido um dia diferente na cidade, mas ele era Lief Florel, levaria a mão até o bolso e o outro antebraço até o rosto e o colocaria na testa, sentiria o frio do metal do canivete em sua mão e o seguraria como forma de conseguir força de vontade.
Olharia agora ao redor de si procurando por alguma forma de descobrir o que estava ocorrendo, ouviria os sons mas não conseguia identificar de onde eles vinham, pareciam estar invisíveis e gritando, sentiria o vento bater nele e temeria que o inimigo fosse o próprio vento, se esfregando no corpo do garoto e assobiando bem próximo ao seu ouvido, como se dissesse ''você é minha presa Lief, e eu já estou te segurando''. Sentiu novamente o frio em seu esqueleto e agora sabia que não tinha nem mais como o canivete ajuda-lo.


''Fantasmas?.. '' temia a ideia ''É, eu pedi diversão e me puseram num filme do Gasparzinho'' ironizava a situação de forma brincalhona, mas ainda com receio da mulher, juntaria um pouco de coragem para puxar ar pros seus pulmões e gritaria:


- EEI! - Prestava atenção ao seu redor, com olhos bem vivos - O que está acontecendo? Porque está andando por aqui sozinha a essa hora?

O laranja crepusculante se misturava a lua que logo surgiria após o céu poente, será que Lief estava em perigo? Ele não sabia, continuaria ouvindo aos cantores de metal ''agradando'' seus ouvidos enquanto esperava a resposta da mulher, com algum medo, devia confessar. Por isso estaria alerta para se desviar com saltos para os lados de possíveis ataques surpresa.

_________________



FICHA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Deep

avatar

Mensagens : 60
Data de inscrição : 17/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Sex Jun 07, 2013 9:02 pm

Sexta-feira 13?



Lief protegia seu rosto da poeira levantada pelo vento, enquanto ele se perguntava sobre o que aquela estranha mulher fazia ali. Os acontecimentos jorravam sobre o rapaz como chuva, ele havia pedido ação e isso lhe havia sido dado, mas ele ainda não havia aprendido que quando se chama algo, esse algo inevitavelmente vem até você.
O jovem leva o antebraço a testa e a outra mão a seu bolso para segurar seu canivete, enquanto ele fazia isso, mais gritos foram lançados ao ar, com seu som cada vez mais próximo e estridente.
O jovem ainda receoso junta forças e enche os pulmões de ar para gritar em direção a mulher:


--EEI.....O que está acontecendo? Porque está andando por aqui sozinha a essa hora?


Ele gritou mas a mulher já estava longe, ela prosseguia rapidamente em direção a zona da cidade, mas os chamados de Lief surtiram efeito, realmente chamaram algo, a sua frente o ar pareceu rachar com um tom negro, o rachado tomou a forma de dentes, e se abriu, de dentro dessa enorme boca começou a sair ma criatura que berrava monstruosamente, ela tinha no mínimo quatro metros de altura, possuía um corpo musculoso como o de um gorila, porém muito mais esguio e atlético, o rosto do monstro era uma máscara branca no formato de um rosto estranho, e em seu peito havia um enorme buraco, pelo qual podia se ver a mulher andando em direção ao norte, já ao longe, os rugidos vindos de outros lugares aumentavam, mas o do monstro a frente de Lief era com certeza mais alto no momento. O enorme monstro ergue as mãos ao ar enquanto finaliza seu grito de entrada e depois bate suas mãos no chão junto com o exaurir de sua última nota de fúria. A criatura estava a apenas dois metros do jovem e já erguia seu braço direito para um poderoso ataque, e como se não houvesse ação suficiente no dia de nosso herói ainda, seu destino decide lhe dar mais, ou melhor, lhe dar uma "overdose" de ação naquele dia, a voz da mulher aprece novamente:



--A princesa despertou.--


Dessa vez foi mais intensa sensação de energia sobre Lief, o monstro também pareceu sentir pois olhou por cima de seu ombro para ver a mulher, dando assim uma chance de fuga a Lief, chance que poderia acabar ali, pois mais três rachaduras apareciam em volta da estação todas dentro da visão de Lief.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Oni

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 18/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Sex Jun 07, 2013 10:43 pm

4 Hollows e 1 Garoto, por enquanto.

A pressão do ar se fazia estranha, eu via a sua resistencia se exaurir rachar e o vento começar a entrar por um buraco negro que se abria de forma assustadoramente rápida, mas o que mais impressionou o jovem Lief não foi o fato de um buraco negro ter sido aberto no meio do nada, mas sim o fato de aquele ser humanoide com o corpo negro como o petroleiro e malhado como um gorila raquítico - por mais incrível que pareça isso é sim ser forte - aparecer repentinamente saindo do meio do breu para a claridade crepusculante do nosso mundo, sim, do nosso mundo, aquela criatura era diferente de todas as especies que Lief já tinha visto em sua vida, e ele já tinha visto várias especies de animais por viver com a sua mãe bióloga... ''Isso não é.. Não é desse planeta'' pensava ele olhando para a criatura que aparecia urrando, a sua frente, com certeza não era humano, era uma fera salvagem de sabe-se lá aonde, e tinha algo... Algo mais importante para Lief, que ele precisava comentar mas pela sua pouca vontade de irritar a fera ele resolvia comentar mentalmente ''Mais do que isso.. Eu chamei uma mulher peituda e me aparecem com um gorila deformado? Droga!'' batia na coxa dando um tapa, aquilo era realmente algo que ninguém gostaria que acontecesse a si, malditos sejam os gorilas que nos atrapalham cotidianamente com as mulheres peitudas!

Observava que a fera estava mostrando sua fúria de forma não-civilizada, o que era esperável, mas algo o incomodava quanto aquela máscara branca em seu rosto, pois ela, mesmo parecendo tão alva quanto a nevasca mais pura carregava uma certa aura de maldade em si, maldade essa que ele havia gravado em sua mente como uma câmera fotográfica grava uma foto ou um matador profissional o rosto de seu alvo: Aquela era a mascara da criatura que havia matado sua mãe, e ele nunca se esqueceria daquilo.

Poderia correr na direção da mulher, ou fugir na direção oposta aos hollows, mas a partir daquele momento o desafio era estritamente pessoal e o sangue dos Forell não poderia fugir, Lief olhava para os 4 portais abrindo-se ao seu redor ''Ah, então serão 4 covardes contra um garoto?'' pensava ele olhando ao seu redor, aquela luta exigiria o máximo de sua capacidade de percepção, e pelo tamanho dos músculos do primeiro a aparecer, da sua esquiva também, um golpe e poderia não ter mais forças para se levantar, aquela seria diversão suficiente para as suas próximas 100 gerações e pras próximas 100 gerações das suas 100 gerações, se é que viveria pra conhecer ao menos sua próxima geração.

Olharia para o maior de todos, o encararia como um homem faria para com outro do seu tamanho, sem nenhum temor nos olhos, aquela especie havia matado sua mãe e ele precisava derrota-los ali, não iria deixar barato!

Caso ele tentasse socar ou estapear Lief com um soco vertical de cima para baixo, o garoto iria usar a sua capacidade de esquiva para dar um pulo para o lado, tentaria dar o pulo flexionando os joelhos rapidamente e dando um impulso num grau raso para o lado, não poderia pular muito longe do chão ou um ataque aéreo do monstro poderia ser inevitável por isso tentaria fazer dessa forma como aprendera nas técnicas de esgrima que os pés no ar o deixam indefeso em relação a esquivas. Tentaria achar brechas até poder is para debaixo da criatura.

Caso o ataque viesse como um chute frontal, Lief iria tentar um rolamento para o lado, não tinha certeza se com o seu nível de agilidade era possível fazer aquilo mas em um caso de vida ou morte como aquele era extremamente necessário que fosse possível ele fazer aquilo. Caso o chute fosse vertical e de cima, iria simplesmente pular para a frente e tentar um rolamento, ficaria embaixo da criatura negra olhando para cima e se preparando para pular para os lados ou para a frente e para trás a fim de se desviar das pisadelas e permanecer naquela área ''segura'', provavelmente o oponente poderia tentar também sentar sobre ele, nesse caso, iria pular para trás ou para frente a depender de qual fosse mais favorável para se desviar do golpe.

Caso um arco fosse desferido com o braço do hollow de forma a pegar o corpo de Lief de lado, ele tentaria se desviar ainda com a estrategia dos pulos ou com a dos rolamentos ainda levando em conta a mais favorável.

Também não poderia se esquecer dos outros hollows ao seu redor, poderiam ataca-lo a qualquer momento sem pestanejar, por isso faria sua percepção ser usada ao máximo e além, precisava quebrar suas próprias barreiras de fraqueza e restrições para vencer aquela luta, ainda se apavorava um pouco com o fato de as criaturas o estarem cercando mas não tinha tempo de ter medo, precisava fugir de todos os ataques para achar a brecha certa.

Quando se sentisse muito cansado, assustado, ou até mesmo seguro ou apreensivo demais simplesmente tocaria em seu canivete para conseguir força de vontade para continuar, iria observar as brechas e somente isso.

_________________



FICHA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Deep

avatar

Mensagens : 60
Data de inscrição : 17/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Sex Jun 07, 2013 11:57 pm

Davi VS Golias



O pobre humano estava cercado por monstros sobrenaturais, mas ainda assim queria luta, queria vingança.
O grande monstro que havia desviara a atenção de Lief por um instante estava agora voltando e prestar atenção nele, e tão logo fez isso ele desferiu um soco vertical de cima pra baixo em direção a Lief, esse por sua vez deu um impulso pra sua direita fugindo do ataque do grande hollow, mas nesse momento outro hollow saiu de dentro das gargantas, esse era mais esguio e ágil, tinha um corpo parecido com uma grande pantera, pescoço muito comprido de um metro, seu corpo inteiro tinha uns cinco metros de comprimento e era sustentado por musculosas pernas de um metro e meio, se já não fosse o suficiente outro hollow saiu, esse era mais humanoide mas possuía asas grandes e voava habilmente no céu, a envergadura de suas asas eram de mais de sete metros apesar do corpo em si ser do tamanho de um homem normal.



--A princesa acordou.--



Ouviusse de novo, os hollows se agitaram novamente e a rachadura restante estremesseu fortemente sobre os gritos dos hollows, Lief intimidado com a siuação decide tocar em seu canivete pra ganhar coragem, porém ao fazer isso ele sentiu um pulso de energia fluir pelo canivete algo novo e inusitado. Os três hollows ali presentes se interessaram simultaneamente pelo rapaz, a pantera arrancou em direção a ele, e o voador bateu suas asas com força indo em sua direção, o gorila iniciou uma corrida lenta típica desses animais, e por mais que Lief estivesse com problemas, o gigantesco braço de seis metros que emergiu pela garganta que sobrava com certeza superaria os outros. O vento nas ruas aumentava e papeis e lixo começavam a voar batendo em tudo e em todos, o céu ntes vermelho do por do sol estava manchado de preto das nuvens, o cheiro de umidade invadia os pulmões de Lief, aquele seria um dia inesquecível para o jovem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Oni

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 18/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Dom Jun 09, 2013 2:41 pm

O Canivete e suas utilidades.

Os gorila o atacava com destreza, mas Lief conseguia se desviar com suas habilidades e com alguma sorte, o que provava que o plano em que havia pensado foi o melhor que pôde: Ir para debaixo do gorila e se desviar dos ataques dele dali. O punho, embora grande, havia sido desviado pelo garoto com facilidade o que fez com que ele, enquanto no ar, liberasse um pouco do gás em seus pulmões num suspiro de alivio. Quando aterrissou no chão ele sentiu seu coração tremer dentro do peito com mais intensidade e o seu sangue gelar por todo o corpo, as gargantas que antes estavam abertas mostravam seus novos inimigos aparecendo ao seu redor.

Um tinha a aparência de uma pantera e demonstrava alguma agilidade para Lief, que conhecia especies de animais o suficiente para saber que formato de corpo era mais hábil em relação aos outros, e falando em agilidade também saia um pássaro de uma das gargantas, que logo levantava voo e mostrava sua habilidade em controlar as asas gigantescas e mostrava que isso, surpreendedoramente não era um empecilho em sua velocidade. Até ai estava tudo bem, obviamente que na medida do possível para alguém que só estava saindo de casa, ouviu os gritos de coisas sobrenaturais e agora estava cercado por criaturas negras e provavelmente demoníacas que sabe-se-lá de onde vieram e porque o estavam atacando. ''Deve dar para levar essa luta de alguma forma... Eu to muito assustado com essas coisas'' uma já era muito complicada e agora que vinham todas aquelas, mesmo que ele sentisse que de alguma forma estivesse tudo bem e ele pudesse vencer - por estar tocando o canivete - não achava que pudesse sair sem risco alguma na situação atual. Mas quando finalmente aquela mão gigantesca saiu de dentro da garganta, sentia que a batalha já estava perdida. ''ou me livro logo de algum deles, ou certamente morrerei quando esse bicho sair dai eu não vou mais ter pra onde correr... Não que eu tenha agora.''

Ironicamente, após esse pensamento, Lief começaria a correr na direção do hollow gorila, prestaria atenção nos possíveis golpes que ele tentaria dar e se desviaria de todos como eu havia explicado no meu ultimo post, e tentaria todo o tempo se aproximar de uma das pernas dele tentando estender a sua percepção de forma que pudesse perceber os movimentos do oponente e se desviar e das criaturas ao redor e com alguma sorte ver uma ser atacada pela outra acidentalmente durante seus desvios dos ataques

Caso ele chegasse perto da perna da criatura antes de ser atacado, ele iria tirar sua mão que estava no bolso e abrir o canivete ainda correndo, e tentar desferir um corte contra o ser á sua frente, talvez se ele pudesse arrancar a perna dele aquela batalha acabasse, o melhor do ataque que ele estava fazendo era que a criatura gigantesca não chegaria perto dele atacando por cima sem que matasse o hollow que estava acima dele, o que o faria sentir-se melhor do que se tivesse morrido sem derrubar nenhum. Seu golpe com o canivete poderia ser inútil e completamente mortal para si, com o nível de inteligencia que tinha infelizmente não podia pensar em nada melhor por isso arriscaria tudo naquele ataque, desejaria do fundo de seu coração que algo o defendesse dos ataques das outras criaturas que o cercavam no momento em que desferiu o golpe frontal em forma de estocada na perna da criatura.

Caso ele pudesse sentir de alguma forma que outra criatura indo ataca-lo durante a sua corrida, puxaria o canivete do bolso enquanto sacaria sua lamina de dentro do cabo de ferro e se viraria para a direção de onde vinha o ataque, tentando bloquear de alguma forma o ataque com o canivete ou então cortar a criatura que vinha por trás dele inutilmente.

Nas duas opções sentiria seu coração bater forte como nunca havia batido antes, o tremor que sentia antes se tornaria um terremoto e o sangue que havia sido congelado chegaria a milhões abaixo de zero dentro do seu corpo de forma que não conseguiria pensar em algo que não fosse sua morte enquanto fazia aquelas coisas ''é mãe... Eu estou indo.''

_________________



FICHA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Deep

avatar

Mensagens : 60
Data de inscrição : 17/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Seg Jun 10, 2013 5:34 pm

Explosão energética




O jovem Lief não estava com muita sorte aquele dia os hollows apareciam sem fim, mas ele era corajoso, ele queria lutar, ele tinha esperança de vencer monstros.
Ele então decide investir contra o hollow com forma de gorila, ele corre e tenta cortar sua perna com o canivete, ele consegue, mas a carne do monstro se regenera na mesma hora como se a lâmina tivesse apenas atravessado fumaça, mas os outros monstros já se movimentavam, aquele com o corpo igual o de uma pantera, correu com extrema velocidade pra cima do jovem, ela lhe deu uma investida e o derrubou com força no chão, nesse momento Lief sentiu uma energia fluir em sua mão, era o canivete, este reagiu rápido, um brilho verde apareceu e o meio da pantera explodiu em energia, um florete surgia do centro do buraco causado pela explosão, e a criatura começava a cambalear e andar pros lados, ela entra de novo em uma garganta e some.
O braço gigante e os outros hollows ficaram mais agitados, eles pareciam mais interessados em devora Lief agora, eles rugiam em uníssono, a outra mão do hollow cujo braço gigante saia pela garganta agarrou a borda da mesma e começou a aumenta-la, permitindo que todos vissem um par de olhos vermelhos vindos da escuridão.


--HUUUUMAANOOOOOO.--

A voz tenebrosa saia pelo buraco de forma a tremer a alma de Lief, aquele era visivelmente mais forte e agora Lief estava com o gorila a esquerda o voador a sua direita no ar, e os olhos vermelhos a sua frente.



Off

Spoiler:
 

_________________
Legenda:

Pensamento
Fala
Fala do npc



Ficha:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Oni

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 18/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Dom Jun 16, 2013 11:04 am

Um garoto e 4 Hollows.

Lief Forell estava tendo um dia cada vez mais louco e as coisas começavam a mudar repentinamente em cada vez menos tempo, bem, vamos observar, ele tinha saído da escola, e ia em direção a algo divertido, como, não sei, observar um acidente de carros, uma briga de rua, ver uma pessoa assaltando outra ou até mesmo um mendigo ameaçando pular de cima de uma ponte direto no concreto enquanto dançava algo engraçado. Mas nãaaao o universo tinha que conspirar contra ele e o por para lutar contra 5 criaturas de sabe-se-lá-de-que-inferno-vieram completamente desarmado, alias, ele tinha um canivete comum do tipo que se encontra em qualquer loja e a sua coragem, mas, sinceramente? Ele estaria sim se divertindo, se não fosse a sua suspeita sobre aquelas criaturas terem matado a sua mãe a sangue frio, e de que agora voltavam para pegar ele e terminar de uma vez o serviço que não tinham completado naquela noite. Corria na direção de uma das criaturas, o gorila e o acertava com seu canivete. UAAAAAU. Seu canivete havia penetrado profundamente com todos os seus poucos centímetros na pele da criatura que parecia nem mesmo se importar ''Nossa, se  eu pisasse num espinho com muito menos que isso eu faria um escândalo!'' e também percebia que por dentro dele não tunha nada como carne propriamente dita, agora tinha certeza absoluta sobre não serem desse mundo, NADA vivo nesse mundo solta fumaça quando é ferido, ele pensou seriamente por alguns instantes em perguntar ei cara, eai? Que porra é você?! Mas achou que não seria muito efetivo pelo fato de eles serem um tanto quanto... irracionais e ESPERE! Ele ainda estava com o canivete enfiado na criatura e ela poderia ataca-lo a qualquer momento e pior, esmaga-lo! Mas por sorte, ou azar, não foi o gorila com quase o dobro do tamanho dele que o atacou, mas sim a pantera magra, ela se aproximou dele e quando ele viu que não haviam mais formas de fugir ele só conseguiu pensar em sua mãe, e em como havia recebido aquele canivete. Sentiu seu coração bater mais forte e impulsionar pelo seu corpo algo além de sangue, sentiu o coração empurrar toda aquela corrente sanguínea carregada de poder e o sopro da natureza o tocando como ele nunca havia sentido antes, a energia transbordou por suas veias e órgãos e chegou até os poros de sua pele, onde ela brotou numa fumaça esverdeada que muito se assemelha com o vapor  e transbordou de todos os poros do corpo do garoto de uma só vez, causando uma explosão de energia enquanto a pantera o empurrava na direção do chão e logo era lançada para longe pela energia verde esmeralda que o cercava, como se a própria natureza o defendesse.

A expansão do seu canivete acontecia, ele se tornava um florete verde de alguma forma estranha adaptado a sua mão como o próprio florete que ele tinha consigo em sua casa e com o qual ele treinava com os professores que seu pai contratara ''Como... como é possível?'' ele pensaria, mas não se importaria mais, afinal, agora ele estava armado e não teria com-


--HUUUUMAANOOOOOO.

O grito interrompia, seria impossível vencer aquela coisa e isso era certeza, ele queria vingança contra eles, mas ninguém morto pode conseguir vingança, ele resolveu fugir, fugir e sair dali. Rumou ao norte! Ele iria seguir aquelas vozes. Não teria muitas opções de como fugir, iria tentar imaginar que aquela energia o protegeria como o protegeu da ultima vez em que ele precisou quando lutava contra a pantera que havia fugido como um gatinho assustado... Sairia em disparada na direção do norte imaginando a energia sendo concentrada atrás dele para que pudesse ficar protegido, imaginaria-a com toda a força psicológica que teria, se a natureza estava realmente ao seu favor bem que poderia o defender agora, enquanto ele ia na direção do norte.

Caso alguma criatura se aproximasse muito dele ele iria tentar puxar seu canivete e se virar na direção dela para dar uma estocada de forma que ela continuasse longe dele.

_________________



FICHA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Deep

avatar

Mensagens : 60
Data de inscrição : 17/05/2013

MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   Dom Jun 16, 2013 11:52 am

Fuga, garota e tempestade.





Após a explosão de energia que o salvou da pantera Lief decide fugir pela primeira vez da luta, ele ia correr em direção ao norte, em direção ao local pra onde o espírito da mulher havia se direcionado, ele queria fugir, mas não sabia que corria em direção a uma guerra não declarada muito maior do que ele jamais viu em suas aulas de história. 
Ele correu e as feras com aparência de pássaro e gorila foram atrás dele, mas a energia esverdeada formou uma espécie de escudo atrás do jovem, no qual os hollows perseguidores se chocaram e pararam.




--Malditooo Huumanoooooooo, eu ainda vou devorar sua alma...RAWRRRRR...--




O rugido inconfundível de um hollow inrronpeu do buraco dos olhos vermelhos logo após sua fala raivosa, Lief ouviu aquilo profundamente em sua alma mas não parou de correr, ele prosseguiu rumo ao norte, e por alguns quarteirões ele teve paz, até que viu um grupo de três hollows que perseguia uma garotinha de uns nove anos de idade, ela levava consigo um coelho de pelúcia marrom e parecia enxergar os hollows, pois fugia desesperadamente dos três pequenos hollows que não passavam de um metro de altura e lembravam macacos por sua agilidade, o grupo de presa e predadores corria por uma rua vazia da periferia já escura pela noite e pelas nuvens que deixavam o cenário ainda mais escuro e tenebroso, o vento estava forte e pingos começavam a cair aos poucos porém em grossas porções, o vento jogava lixo pra  todo lado e derrubava qualquer coisa que fosse relativamente leve e que não estive presa, havia algumas árvores na rua, que inclinavam suas copas um pouco em direção ao  leste. E se Lief reparasse no céu ele perceberia que as nuvens se movimentavam girando em torno da  periferia norte de Karakura, como se um tornado se iniciasse e lá fosse o epicentro.








menina:
 
[/b]

_________________
Legenda:

Pensamento
Fala
Fala do npc



Ficha:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Desgraça dos Hollow's   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Desgraça dos Hollow's
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Que desgraça é essa?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Bleach Adventure  :: Mundo :: Karakura Town :: Aventuras-
Ir para: